institucional

#BANANACAST – Carta ao silêncio da Terra

OUÇA O NOVO EPISÓDIO NO SPOTIFY

OUÇA PELO YOUTUBE

Confesso que na redação deste texto e na edição deste conteúdo, nós todos e todas em tempos de pandemia, ficamos bem mais sinceros e sinceras ao lidarmos com as letras.

Pois bem, convidamos vocês a nossa contribuição a um grito de esperança aos indígenas, povos pretos e mulheres. Com a ARTE, CONHECIMENTO E RESILIÊNCIA, dias melhores virão.

“Hoje aqui vai uma carta a um novo amigo chamado silêncio. Ao precursor de todos os intervalos de respiro das vidas das almas que nos inspiram. Depois das milhões de voltas ao redor do sol, o planeta já pode sim ser lido a partir das suas flores, guerras e formas de arte. A história do mundo calça por vezes botas e sapatos surrados cheios de laços viajantes, sob uma estrada de entrega e libertação de corpos ocupados.”

Texto original adaptado: https://desenhomoderno.wordpress.com/2020/07/21/cronica-carta-ao-silencio-da-terra/

Episódios disponíveis no Deezer, Castbox, Apple podcast, Google podcasts, Spotify e outros agregadores da sua preferência.

Recebam o nosso abraço

Raquel Alvarez – Produtora e jornalista 

aconteceu, institucional

#BANANACAST – O mundo precisa de ciência. Efeitos do Covid19.

Quando começamos a produzir o BANANACAST algo aconteceu aqui dentro de nós que tinha muita vontade de criar algo que tivesse a ver com nossa POESIA COTIDIANA, nossos passos profissionais, mas principalmente um canal pra gente dizer de um jeito elegante o que a gente pensa sobre o mundo.

Pois bem, neste episódio do BANANACAST você vai ouvir em MUITAS VOZES que o mundo precisa de “RESPEITOS”.

OUÇA O EPISÓDIO “O MUNDO PRECISA DE CIÊNCIA”  NO SPOTIFY  

Relaxe, divirta-se, chore, revolte-se e REFLITA.
⏳ Tudo ao mesmo tempo.

Compartilho com vocês mais um episódio da nossa jornada #podcast.

Um abraço apertado
Raquel Alvarez – produtora e jornalista

institucional

BANANA DA TERRA – Novo #podcast da Caturra no Spotfy e Castbox

Engraçado como a vida nos estimula a movimentar-nos todo o tempo, sempre para criar algo novo, algo que some a parte boa do mundo.

A “podosfera” finalmente nos cativou e, durante um tempo ficamos ainda sem ideia de como iniciarmos nossos conteúdos.

Aí nasceu primeiro: o #BANANACAST poesia. Não são apenas poesias sem conexão com as nossas vidas, elas tem tudo a ver com os nossos sentimentos de produção. As poesias tem conexão com as nossas comunicações, nossas realidades como roteiristas e elas são conectadas com o que vivemos aos rodarmos filmes pelo Brasil.

Este é o último texto: Banco de Montanha no SPOTFY

Siga o nosso canal nos agregadores CASTBOX E SPOTFY e conte pra gente o que achou. Nossos outros canais de redes sociais seguem firmes:

Instagram: @caturra_digital
Twitter: @caturradigital
Facebook: Caturra Digital Filmes

aconteceu, institucional

ACONTECEU NA CATURRA – Julho a Dezembro 2019

Desta vez fizemos diferente: mudamos o jeito de contar nossas histórias. Elas (as histórias) cuidam de nós, mexem com a nossa vida, com o nosso amor próprio, despertam luz onde não tinha e fazem a cidade ter cheiro de floresta.

Salve a arte!

#somostodoscaturra

 

O link para o TEXTO DO FILME está disponível AQUI.

Um abraço apertado

Raquel Alvarez – produtora e jornalista

documentário

“ENCANTADAS” O FILME – MARCHA DAS MULHERES INDÍGENAS E MARGARIDAS – Brasília 2019

“Pisa ligeiro, pisa ligeiro! Quem não pode com as mulheres, não assanha o formigueiro”.

Por iniciativa da ANAÍ – Associação Nacional de Ação Indigenista apoiada pelo Malala Fund, nós da Caturra fomos convidados a produzir um documentário sobre Primeira Marcha das Mulheres Indígenas e Marcha das Margaridas que aconteceram nos dias 13 e 14 de Agosto de 2019 em Brasília.

O tema da marcha indígena foi: TERRITÓRIO: NOSSO CORPO, NOSSO ESPÍRITO.

Participaram jovens e professoras do Projeto Cunhataí Ikhã dos povos Pataxó Hãhãhãe e Tupinambá da Bahia.

Milhares de mulheres se juntaram para marchar no centro de poder brasileiro para exigir que seja cumprida a Constituição de 1988 em favor das cidadãs e cidadãos do campo de das florestas do Brasil.

A considerar que o poder público e governo federal atual pouco têm feito em defesa da dignidade, saúde e segurança das pessoas do campo. O lucro tem falado mais alto e o extermínio das comunidades ancestrais vem sendo uma realidade no Brasil.

O documentário ENCANTADAS foi feito por:

Direção, imagens e montagem: Raquel Alvarez – Assistente de direção, produção e som direto: Diogo Almeida – Assistente de produção: Sarah Costa – Conteúdo e entrevistas: Ana Paula Ferreira de Lima – Imagens adicionais: Ana Paula Ferreira de Lima, Diogo Almeida e Sarah Costa.

 

Por Raquel Alvarez – Diretora