documentário

Um Fragmento da Adoção Tardia no Brasil

No Brasil, existem milhares de crianças e adolescentes que vivem em abrigos privados do seu direito de viver em família. O jovem Willians, adotado aos 18 anos, também já foi um número. O Curta Metragem “Teu Abraço, Esperança: Um Fragmento da Adoção Tardia no Brasil”, busca contar sua história. Ele relata como é perder a mãe aos três anos de idade, vida nas ruas de Recife, a solidão dos abrigos, ser rejeitado pela tia. Willians é exemplo de resiliência e fé, prova de que nunca é tarde para ser família.

TRAILER / Curta – Teu Abraço, Esperança: Um Fragmento da Adoção Tardia no Brasil from Caturra Digital Filmes on Vimeo.

Direção:
Raquel Alvarez

Produção e som direto:
Diogo Almeida

Roteiro e montagem:
Raquel Alvarez

Apoio de produção:
Ana Flavia Coelho Lopes
Vice-Presidente do GADA
(Grupo de Apoio à Adoção, Convivência Familiar e Comunitária)

Vanici Cristina de Oliveira Veronesi
Diretora-presidente do GAABH
(Grupo de Apoio à Adoção de Belo Horizonte)

Trilhas:
Big Screen
Nevada City
Golden Days
Podington_Bear

Anúncios
culturais, institucional

BOOKTRAILER – O Menino, o assovio, e a encruzilhada.

Era uma vez uma menino, personagem criado pelo escritor mineiro Afonso Borges. Ele também é diretor do Projeto Sempre um Papo, e um dos mais importantes curadores literários do Brasil.

Ele escreve o seu primeiro livro infantil em 2016, O Menino, o assovio, e a encruzilhada, com ilustrações de Alexandre Rampazo.

Booktrailer: O Menino, o assovio, e a encruzilhada – Um livro de Afonso Borges from Caturra Digital Filmes on Vimeo.

Além disso, ele idealizou um book trailer e convidou o John Ulhoa, diretor musical da banda Patu Fu, para compor uma trilha que inspirasse tudo aquilo que o menino sentia. O resultado da trilha? Lindo, né?

Depois da trilha linda veio o convite para a Raquel Alvarez fazer o vídeo. Uma responsabilidade danada, enorme, do tamanho dos sonhos daquele menino. Com uma ajudinha do amigo Glauber Rodrigues, ele nasceu.

Sabe o que o Alexandre Rampazo e o John falaram?? “Agora o menino está vivo! Viva!”

Sim, o personagem agora está vivo.

Obrigada Afonso Borges pela lembrança, e seguiremos sonhando e assoviando pelos caminhos.

Caturra Digital Filmes e equipe.
#somostodoscaturra